3 notas sobre a morte de David Bowie

O que eu trouxe na bagagem da Colômbia

A(s) pergunta(s) que eu não fiz para Steve Aoki

25 de abr de 2009

Susan Boyle é um tsunami. Da internet ao mundo do showbizz, a senhorinha que deu o que falar com sua interpretação de "I dreamed a dream" no Britain's Got Talent provocou uma onda poderosa de fatos, fofocas e especulações, virando uma das maiores celebridades "dos últimos tempos da última semana".

Mas como todo fenômeno desse tipo, de tão violento, fica difícil entender sua dimensão logo de cara. Só depois de um tempo, olhando para trás, é que dá para se ter uma idéia do estrago. Por isso, este blog resolveu se orientar no mar de notícias divulgadas sobre ela nesses últimos dias, para tentar enxergar melhor o rastro deixado por esse tsunami. Veja só:



O que dá para perceber é que, em 15 dias, ela avançou na carreira o que se levaria anos em condições normais, numa espécie de condensação do tempo que impressionaria até Einstein. O quão concreto é esse avanço, só o showbizz poderá dizer. Cruel como ele só, não é para os fracos, dando fim ou iniciando carreiras quando bem entende. Enquanto isso, deixemos Susan sonhar.

24 de abr de 2009

"Flight 666", documentário que registra a primeira parte da mais recente turnê dos ingleses do Iron Maiden, "Somewhere Back in Time", terá duas sessões extras hoje (24) e amanhã (25) em 24 cidades brasileiras. Veja a relação completa de cidades aqui.

Em BH, as sessões vão ser no Cinemark do Pátio Savassi, às 21h e no Cineplex do BH Shopping, às 21h40.

O longa teve estréia mundial na última terça (21) em 41 países do mundo, inclusive no Brasil, em um evento batizado pela própria banda como "Maiden Day".

21 de abr de 2009


Depois de liderar as vendas de CDs no ano passado com as 500 mil cópias de "Vida", o Padre Fábio de Mello é destaque hoje na primeira página da seção musical do MySpace. Com uma imagem do padre no palco sob o título "Artista em Destaque", o site afirma fazer o lançamento exclusivo de seu novo álbum, o ao vivo "Eu e o tempo".

O padre-cantor tem perfil na comunidade virtual de músicos desde o fim de março deste ano. Sua página já foi acessada mais de dez mim vezes e soma mais de 700 amigos. Um dos líderes de acessos do MySpace, o cantor Rafael Barreto, vencedor da edição 2008 do programa Ídolos, já ultrapassou a marca de 1 milhão de visualizações de perfis e mais de 16 mil amigos.

16 de abr de 2009

O comércio de música digital no Brasil cresceu 79,1% em 2008, segundo balanço anual da Associação Brasileira de Produtores de Discos (ABPD). No ano, esse tipo de comércio faturou R$43,5 milhões. Desse total, 22% foram gerados por downloads via internet e 78% por vendas de música pelo celular. Apesar do alto crescimento, a música digital representa hoje só 12% do mercado fonográfico brasileiro.

O Jota Quest foi o campeão de vendas no segmento no ano passado. De acordo com listagem disponível no site da ABPD, a banda mineira atingiu a marca de 500 mil downloads em cinco canções: "Palavras de um futuro bom", "Mais uma vez", "Dias melhores", "De volta ao planeta" e "Até onde vai". A cantora Alanis Morissette, com a música "Underneath", e o cantor Lenny Kravitz, com "Are you gonna go my way", também alcançaram a marca. O meio milhão de downloads concede ao artista o prêmio de "download de diamante".

Desde novembro do ano passado, a ABPD - responsável por emitir os certificados de disco e DVD de ouro, platina e diamante - premia também os artistas que atingem altas vendagens no meio digital. Além do download de diamante, a Associação concede o certificado de download de platina (100 mil downloads) e ouro (50 mil).


O padre é pop
Ainda responsável pela maior fatia do mercado de música brasileiro (61%), as vendas de CDs registraram em 2008 crescimento de 2,3%. As vendas de DVDs caíram 1,3%. Os dados também são da ABPD.

Nos dois segmentos, os campeões de vendas foram padres. O CD "Vida", do Padre Fábio de Mello, foi o mais vendido no país no ano passado. Entre os DVDs mais vendidos, o primeiro lugar ficou com "Paz sim, violência não (Volume 1)", do Padre Marcelo Rossi, que também ficou com os segundo e sexto lugares dos CDs mais vendidos, com os dois volumes de "Paz sim, violência não".

Veja a lista dos 10 mais:

10 CDs mais vendidos em 2008

Padre Fábio de Mello - Vida
Padre Marcelo Rossi - Paz Sim,Violência Não
Victor & Leo - Borboletas
Victor & Leo - AoVivo Em Uberlândia
Ivete Sangalo - Multishow AoVivo No Maracanã
Padre Marcelo Rossi - Paz Sim,Violência Não (Volume 2)
Zezé Di Camargo & Luciano - Zezé Di Camargo & Luciano (2008) Sony Music
Roberto Carlos - Roberto Carlos e CaetanoVeloso e A Música de Tom Jobim
Ana Carolina - Multishow AoVivo “Dois Quartos”
Leonardo - Coração Bandido

10 DVDs mais vendidos em 2008

Padre Marcelo Rossi - Paz Sim,Violência Não (Volume 1)
Ivete Sangalo - Multishow AoVivo No Maracanã
Ana Carolina - Multishow AoVivo “Dois Quartos”
Marisa Monte - Infinito Ao Meu Redor (Duplo)
Victor & Leo - AoVivo Em Uberlândia
Claudia Leitte - AoVivo Em Copacabana (Duplo)
Xuxa - Só Para Baixinhos 8
AmyWinehouse - I ToldYou IWas Trouble
Roberto Carlos - Roberto Carlos e Caetano Veloso e A Música de Tom Jobim
Alexandre Pires - Em Casa AoVivo

15 de abr de 2009

O Ultraje a Rigor disponibilizou para download gratuito três músicas inéditas. A iniciativa faz parte do projeto "Música gratuita a troco de nada", no qual a banda pretende gravar e divulgar músicas novas na internet à medida que elas forem sendo finalizadas. Quando houver canções suficientes, o Ultraje lançará um novo disco, com versões diferentes das faixas disponibilizadas.

Doação espontânea - Apesar de o download ser gratuito, o grupo disponibilizou um link para doações voluntárias de qualquer valor. A atitude lembra o feito do Radiohead em outubro de 2007. Naquele ano, a banda inglesa disponibilizou o então inédito In Rainbows para download por três meses, deixando que os fãs escolhessem quanto pagariam pela obra. Balanço feito pela gravadora um ano depois mostrou que a maior parte dos fãs optou por não pagar.


+Música de graça
Quem também liberou gravações inéditas para a internet foram os ingleses do Depeche Mode. "Sounds of the universe", novo álbum da banda que só chega às lojas no próximo dia 20, pode ser ouvido em streaming no site do semanário musical inglês NME.

13 de abr de 2009

A edição deste mês da Rolling Stone brasileira circula, pela primeira vez, com duas capas, ambas estampando Kurt Cobain, vocalista e guitarrista do Nirvana, morto em abril de 1994. A revista traz um especial em memória aos 15 anos de morte do músico, com textos que relembram os últimos dias de vida de Cobain e a passagem de sua banda pelo Brasil em 1993, no Festivla Hollywood Rock.

12 de abr de 2009

Lá pelos idos dos anos 90 a Índia não contava com garotos-propaganda de peso como o Oscar e novela das oito (ou seria das nove?) da Globo, que hoje a mostram para o Brasil e o mundo como um lugar, no mínimo, insitigante. Mesmo assim, o país asiático já podia ser visto através de manifestações culturais disponíveis para os interessados.

Falo especificamente de duas bandas surgidas naquela década que me vieram à memória em razão dessa avalanche indiana dos últimos meses: Asian Dub Foundation e Cornershop. Os integrantes de ambos os grupos nasceram e cresceram em Londres, mas são todos filhos de imigrantes de origem indiana, característica determinante para a construção de sua identidade musical.

O Asian Dub Foundation foi formado em 1993. A banda alia sonoridade que mescla eletrônica, rap e música indiana a letras que chamam atenção para as tensões religiosas e políticas existentes na Índia e o preconceito sofrido pelos imigrantes deste país na Europa. Veio ao Brasil em 2001, quando tocou no festival recifense Abril Pro Rock. Lançou o último disco, "Punkara", no ano passado, e atualmente está em turnê.



O Cornershop nasceu em 1992 e já traz no nome uma referência (não tão confortável) sobre sua origem: corner shop é como as lojas dos imigrantes indianos são pejorativamente conhecidas em Londres. Assim como o ADF, a banda também combina instrumentos e sons da música indiana às canções, mas com ritmos mais próximos do pop britânico. Atualmente, o grupo prepara o lançamento de um novo single, "The Roll Off Characteristsics (Of History In The Making)".



Nem só pobre, como em "Quem quer ser um milionário", nem só secular como em "Caminho das Índias", nem só política como mostra o Asian Dub Foundation e nem só globalizada como indica o Cornershop. Não é de hoje, a Índia é isso tudo ao mesmo tempo e muito mais do que a gente "do lado de cá" do mundo consegue enxergar.
Tecnologia do Blogger.