9 de jul de 2012

Para fechar a série London, London, ao longo desta semana vou publicar em partes um texto que fiz para o blog Beatles College descrevendo lugares relacionados aos Beatles em Londres. Afinal, é óbvio que os fab four não escapariam da minha rota turística. Começo com um passeio pelo distrito de St. John's Wood, que, por manobras do destino, reúne hoje quase meia dúzia de lugares relacionados à banda.

1)St. John’s Wood
Este é um distrito do noroeste de Londres que pode ser definido como um mini-complexo de atrações beatlemaníacas. Senta que lá vem história.

Um cafezinho, por favor. A diversão já começa quando você sai da estação de metrô, que leva o mesmo nome do local. À esquerda da saída, tem o Beatles Coffee Shop, um café bem pequenininho que serve lanches, café (óbvio), toca Beatles o dia inteiro e vende aqueles produtos oficiais da banda que podem arruinar suas economias.  A localização é estratégica: esta é a estação de metrô mais próxima de Abbey Road.  Se você pedir para algum dos atendentes informações sobre como chegar até a famosa rua, eles te darão um mapinha personalizado com as direções necessárias.

Enfim, Abbey Road. Com uns dez minutos de caminhada, você chega lá e se depara com uma cena comum a todos os pontos turísticos de Londres: muita gente chegando o tempo todo, falando todas as línguas do mundo. É preciso esperar sua vez para tirar a tão sonhada foto atravessando a rua dada a grande quantidade de interessados.  Um agravante é o trânsito do cruzamento: em contraste com boa parte do distrito, bastante calmo, o tráfego lá é movimentado (inclusive em um domingo à tarde, quando estive lá).  Das duas uma: ou você espera por um rápido momento sem passagem de carros e ônibus ou desafia os motoristas, muitos deles sem a menor paciência para aturar o movimento de turistas no meio da rua.

Olha eu

Residência McCartney. A aproximadamente dez minutos a pé de Abbey Road está, incrivelmente, a casa do Paul. Mais precisamente, na Cavendish Avenue. Como ele frequenta uma academia que fica basicamente a alguns passos de sua casa e procura levar uma vida de gente normal, há sempre aquela esperança de topar com ele virando a esquina. Não foi o que aconteceu comigo, mas a esperança se mantém para os que ainda irão fazer o mesmo caminho.  Fui lá na segunda (18), no dia do aniversário dele. Dei umas voltas no quarteirão para passar o tempo, mas achei melhor não dar margem a atitudes suspeitas e tomei o rumo da próxima parada do tour beatle por St. John’s Wood.

Money! Vinte minutos de caminhada depois, estava na Baker Street. O endereço foi primeiramente tornado célebre por ser o local de residência de Sherlock Holmes nas histórias de Conan Doyle, mas nos anos 1960 foi o lugar onde os Beatles instalaram a Apple Boutique.  O empreendimento como sabemos, logo morreu, mas o comércio relacionado aos fab four existe na rua hoje sob uma outra forma: é lá que fica a Beatles London Store, outro lugar fatal para o seu bolso: lá também há o mesmo merchandising oficial que se encontra na Beatles Coffee Shop, mas em quantidade e variedade exorbitante. O local divide as atenções com o museu dedicado a Sherlock Holmes. Os dois locais ficam separados por apenas uns três estabelecimentos.

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.