23 de abr de 2014


Pharrell, aquele moço do chapéu, lançou hoje o clipe de "Marilyn Monroe", single que vem com a missão de manter a sequência de sucessos que o músico e produtor vem enfileirando desde o ano passado. A faixa, presente no álbum "Girl", faz mais jus ao nome do disco que ao seu próprio nome, uma vez que se ouve Pharrell fazer uma ode à garota amada, ser tão perfeito que chega a fazer de Marilyn Monroe (e também de Cleópatra) uma mulher de menos importância. O clipe, por sua vez, é uma ode às garotas - no plural, muitas delas, em clima de editorial de moda e dança de rua, e ainda traz algumas revelações sobre o o gênio pop do momento - algumas mais sérias, outras nem tanto.

1) Redenção

Quem acusou Pharrell de racismo em função da capa de "Girl", que traz o produtor posando ao lado de três mulheres brancas, ganhou uma resposta em "Marilyn Monroe" (a começar pela capa do single, acima). As girls que dividem a cena com Pharrell no clipe são brancas, negras, orientais, de cabelos longos, curtos, crespos e ondulados. Há também vários takes com uma tentativa clara de dar destaque ao modelo de "girl next door", com meninas com cara de gente normal, de óculos, andando, comendo, sendo apenas meninas. Mas é fato também que não estamos livres totalmente de closes vazios em certas partes dos corpos das dançarinas. Mesmo assim,  há um salto gigantesco entre a falta de diversidade da capa de "Girl" e o escândalo de machismo de "Blurred Lines" e o que se assiste neste novo clipe.

2) Cafonice

Mesmo com toda pinta de cara descolado e modernoso, Pharrell é capaz de se submeter à gravação de cenas muito cafonas e constrangedoras. Logo nos primeiros segundos do clipe, você não vai conseguir escapar do sentimento de vergonha alheia. E vai se divertir também.

3) Mutação
 

Temos um novo camaleão na música pop e o nome dele é Chapéu™.  A essa altura já deu para entender que a peça com a assinatura de Vivenne Westwood já virou parte integrante do figurino de Pharrell, mas em "Marilyn Monroe" revelou-se um novo fato sobre o acessório: além de estar permanentemente presa à cabeça de Pharrell, ele muda de cor conforme as condições atmosféricas de temperatura e pressão.

Conclusão: o clipe é, ó: bom demais.


0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.