17 de mar de 2014

"Desculpe, Neymar", é o que canta Edu Krieger

A Copa de 2014 ainda não tem um tema musical pra chamar de seu (só um rascunho do que vai ser a música-tema com Pit Bull cantando algo que não tem identificação com a relação entre o brasileiro e o futebol). Mas uma música que expõe o outro lado da Copa, o da insatisfação popular, que explodiu, num belo capricho do destino, em pleno país do futebol, já existe: "Desculpe, Neymar", recém-lançada pelo carioca Edu Krieger.

Em pouco mais de dois minutos de voz e violão, o compositor fala diretamente com o principal ídolo da seleção e com o técnico Felipão sobre sua rejeição do mundial em função de muitas das mesmas razões que vêm sendo expostas pelos movimentos das ruas (ainda que as demandas dessas manifestações não se restrinjam a questões relativas à Copa) - os gastos bilionários com a competição X o descaso com as incontáveis mazelas do país, pra resumir. Parece que as canções de protesto estão de volta, mesmo.

Ouça a música e veja a letra abaixo.


DESCULPE, NEYMAR
(Edu Krieger)

Desculpe, Neymar
Mas nesta Copa eu não torço por vocês
Estou cansado de assistir o nosso povo
Definhando pouco a pouco
Nos programas das TVs
Enquanto a FIFA se preocupa com padrões
Somos guiados por ladrões
Que jogam sujo pra ganhar
Desculpe, Neymar
Eu não torço desta vez

Parreira, eu vi
Aquele tetra fez o povo tão feliz
Mas não seremos verdadeiros campeões
Gastando mais de 10 bilhões
Pra fazer Copa no país
Temos estádios lindos e monumentais
Enquanto escolas e hospitais
Estão à beira de ruir
Parreira, eu vi
Um abismo entre Brasis

Foi mal, Felipão
Quando Cafu ergueu a taça e exibiu
Suas raízes num momento tão solene
Revelou Jardim Irene
Um retrato do Brasil
A primavera prometida não chegou
A vida vale mais que um gol
E as melhorias onde estão
Foi mal, Felipão
Nossa pátria não floriu

Eu sei, torcedor
Que a minha simples e sincera opinião
Não vai fazer você, que ganha e vive mal
Deixar de ir até o final
Junto com nossa seleção
Mesmo sem grana pra pagar o ingresso caro
Nunca vai deixar de amar o
Nosso excrete aonde for
Eu sei, torcedor
É você que tem razão

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.