15 de ago de 2012

Montagem do Camilo Lucas, um dos membros da trupe Paul, vem falar UAI

Peças de um quebra-cabeças indicam que Paul McCartney pode vir tocar em Belo Horizonte em janeiro do ano que vem no Mineirão, que a esta altura estará novo em folha. Pode ser que seja na primeira quinzena do mês. Por que digo isso? Para quem não sabe, desde novembro do ano passado, organizo junto com um grupo de amigos a Paul, vem falar UAI, campanha que põe em evidência o desejo dos fãs mineiros de ver o baixista canhoto tocando em sua capital. A mobilização acabou me aproximando de gente que tem informações privilegiadas nesse sentido. Muitas delas têm sido divulgadas nas últimas semanas na página que o nosso grupo criou no Facebook para dar visibilidade à ideia.

É fato que a boataria sobre um retorno de Paul ao Brasil em 2013, que incluiria, além de BH, Rio e São Paulo, já corria desde abril. Mas nos últimos dois meses a coisa parece estar ficando mais séria, tendo em vista as informações que o nosso grupo está recebendo de fontes próximas ao epicentro destes fatos/boatos. E quais seriam eles? 1)O governo de Minas quer reinaugurar o Mineirão com um grande show. 2)Paul McCartney é uma das possibilidades para este propósito e, inclusive, isso já foi discutido em reuniões do governo. 3)O Mineirão tem as datas de 12 e 13 de janeiro reservadas para um grande evento. Estas informações se relacionam umas com as outras em maior ou menor grau, mas o uso mínimo da lógica nos leva a deduzir que onde há fumaça, há fogo, certo?

De todo modo, é bom colocar a dita desconfiança mineira em prática porque o nosso histórico não é dos mais positivos em negociações de shows do Paul. Em 2010, BH era candidata a dividir com São Paulo os shows da Up and Coming Tour, mas o fechamento simultâneo do Mineirão e do Independência para obras eliminou qualquer possibilidade de show naquele ano. No ano passado, em dezembro, a equipe dele avaliou o estádio do Horto para uma futura turnê que viria a ocorrer em abril deste ano, mas inadequações do estádio à estrutura do show atrapalharam novamente uma vinda dele à cidade. Com uma dose imensa de bondade do destino, temos agora uma terceira chance. Que ela não escape pelas mãos.

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.