26 de mai de 2014

A essa altura já deu para entender que quando se trata da Copa no Brasil, não é na Fifa que a gente tem que buscar as opções musicais mais interessantes inspiradas no mundial. Emicida e Gaby Amarantos são bons exemplos disso. Mas além do pessoal que quer fazer uma música da Copa pra chamar de sua, gente envolvida diretamente na competição também está trabalhando pra colocar muita música pra tocar em todos os níveis do mundial, mostrando que a Copa, essa senhora polêmica, é movida por torcida, amor, ódio, dinheiro e também muito pop. Tem música saindo de onde você menos imagina nessa Copa. Olha só:

1) As músicas que o Max Cavalera fez para a ESPN


A convite do canal a cabo, o músico à frente do Soulfly fez um conjunto de músicas com no máximo dois minutos de duração que serão tocadas ao longo das transmissões que a ESPN fará da Copa. O único detalhes revelado por Max é que lhe foram pedidas músicas "com riffs". Seu filho Zyon colaborou nas gravações tocando bateria e outros instrumentos de percussão. As gravações estão em fase de finalização e têm assinatura do produtor John Gray, que já trabalhou anteriormente com Max em discos do Soulfly.

2) As músicas que cada jogador da seleção inglesa escolheu para um disco especial


Os ingleses, esse povo que inventou o futebol mas só ganhou a Copa uma vez na vida, e também esse povo que leva música pop muito a sério (muito mesmo), vão ter um disco inteirinho só com músicas escolhidas pelos jogadores que vão defender a terra da Rainha aqui no Brasil. "The England Players' Playlist" terá 18 faixas, 13 delas escolhidas por 13 dos escolhidos do técnico Roy Hodgson e outras cinco incluídas para reforçar a trilha sonora que vai dar o ritmo da campanha da seleção nesta Copa.

O goleiro Joe Hart escolheu "Sonnentanz", do DJ austríaco Klangkarussell, e o zagueiro Phil Jones selecionou "I Got U", do DJ britânico Duke Dumont, ambas bem no estilo batidão dance que tanto agrada os europeus. A lista completa, com as escolhas dos demais jogadores, será revelada no dia 1º de junho. "PompeIi", do Bastille, "Ho Hey", do Lumineers, "Love Me Again", de John Newman, "Started From The Bottom", do Drake, "Blk and Blu", do Chase and Status, e "Blurred Lines", de Robin Thicke, vão completar o disco. Como a produção é da Universal Music, todas as músicas escolhidas (as reveladas até agora e as que ainda estão para ser divulgadas) fatalmente serão de artistas do casting da gravadora.

A iniciativa faz parte da England's Footballers Foundation, organização formada por jogadores ingleses que promove ações que arrecadam fundos para causas beneficentes. A renda arrecadada com as vendas do disco serão revertidas para este fim. O álbum será lançado no dia 2 de junho. Novidades no site www.englandplaylist.com.

3) As músicas que Lupe Fiasco vai usar para a preparação da seleção dos Estados Unidos


A informação mais importante aqui, na verdade, é que a seleção norte-americana tem um diretor musical. Sim. E o cara é o rapper Lupe Fiasco. Ele vai ser encarregado de produzir playlists pensadas diretamente para os jogadores nos preparativos para os amistosos das próximas semanas e para os jogos da primeira fase da Copa, aqui no Brasil. Também vai criar playlists que serão executadas nos intervalos dos amistosos em questão. A seleção musical vai ser disponibilizada no Spotify.

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.