30 de jan de 2013


"Suit & Tie", primeiro single de Justin Timberlake em sete anos, lançado nesta semana, não é uma referência (nada) gratuita a elementos do vestuários masculino (terno e gravata). Do início ao fim da música, do clipe e do processo de produção por trás dele, JT inventa (e resgata) moda sem parar.

Em uma apuração extra-oficial, este blog contou pelo menos dez closes nos pés do moço. Seria um exagero focar nessa parte do figurino não fosse para jogar os holofotes nos sapatos pretos com as meias brancas em evidência, mesmo estilo que marcou o visual de Michael Jackson (uma referência clara para Justin) no início dos anos 1990.

O que também ganha close no vídeo é a marca da gravata usada pelo cantor: Tom Ford. Mais que merchandasing explícito, é um prenúncio do que ainda está por vir. Em parceria com a marca, Justin vai produzir uma linha de peças masculinas, que vão de sapatos de couros a abotoaduras, passando, claro, por ternos e gravatas. Para fechar contrato, tudo o que Justin veste no clipe e nos eventos que envolvem a divulgação do novo trabalho, tem a assinatura de Tom Ford.


Por último, mas não menos importante, o primeiro clipe de Justin depois de um longuíssimo inverno vem sob o selo de "lyric video". Um vídeo acompanhado da letra da música, uma sacada cujo resultado ficou bem descoladinho, mas que, assim como as meias brancas, resgata uma referência passada, lá dos idos de 1965: "Subterranean Homesick Blues", de Bob Dylan, provavelmente o primeiro "lyric video" da história, ainda que sem querer.



0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.