27 de ago de 2012

Em "A Visita Cruel do Tempo", a escritora norte-americana Jennifer Egan profetizou a transformação dos bebês em salvadores da indústria fonográfica num futuro não muito distante, os anos 2020. Falei disso hoje mais cedo aqui. Pois os descolex de São Paulo estão tratando de dar uma nova dimensão para a profecia: estreou neste mês, em Pinheiros, a ~balada~ Disco Baby, na qual pais levam seus bebês pra ~curtirem um som~. Até mandamentos a festa tem (abaixo). Leia mais aqui.


1) Na Disco Baby, a diversão é em família. Seu filhote não veio aqui para ser deixado sozinho.
2) Todo mundo veio aqui para dançar, né? Evite corre-corre, você pode causar acidentes.
3) É proibida a entrada de adultos desacompanhados de crianças.
4) A idade mínima para trazer um bebê é uma decisão dos pais.
5) A idade recomendada para os frequentadores da Disco Baby é de 5 meses a 10 anos.
6) Crianças mais velhas são bem-vindas, desde que zelem pelo espaço dos menores.
7) A música na Disco Baby é de responsabilidade dos DJs. Ele suou muito a camisa para selecionar o som que você vai ouvir. Respect the DJ!
8) Temos forno de micro-ondas para esquentar papinha e mamadeira. É só pedir para usar.
9) O volume de som da Disco Baby respeita limites de decibéis recomendados pela Organização Mundial de Saúde. Não peça para aumentar.
10) Dance como se não houvesse amanhã, mas cuidado com os pezinhos alheios.

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.