26 de mar de 2012

Sou da geração Escolinha do Professor Raimundo, aquela que assistia ao programa - cuja fórmula foi copiada à exaustão mas nunca com a mesma qualidade - nos fins de tarde antes da Globo criar "Malhação" (sou dessa geração também). Por isso, minha referência de Chico Anysio é basicamente essa, apesar de tê-lo assistido em formato stand-up aqui em BH em 2010 e da minha mãe, sua fã, sempre ter comentado comigo sobre os famosos personagens que figuravam em Chico City.

Surpresa boa foi descobrir, em meio à revisão da carreira do artista em função de sua morte, na última sexta, o personagem Baiano, um dos vários que criou. Inspirado em Caetano Veloso, ganhou vida ao lado do também humorista Arnaud Rodrigues, formando assim a dupla Baiano e Os Novos Caetanos, uma sátira aos tropicalistas. Muito mais que imitar os trejeitos e o visual dos músicos do movimento, a dupla compôs, gravou e lançou quatro discos entre 1974 e 1985. Como colocar música no meio da história é flecha certeira para me pegar de jeito, não preciso dizer que adorei os personagens.

Passei a tarde de domingo ouvindo ouvindo as músicas da dupla, que misturam a atmosfera tropicalista, uma vibe meio bicho-grilo, rock rural e elementos da música nordestina. Surpresa melhor ainda foi perceber que uma música feita a princípio pra fazer graça é seriamente boa. Baiano e Os Novos Caetanos merecem um verbete no Cravo Albim.

No vídeo abaixo, os personagens estão em ação em uma cena de Chico City, mas dá para ouví-los em disco no YouTube e nos downloads da vida.



Em tempo
Ao longo desta semana, lá no mostratuacapa.tumblr.com, meu tumblr de capas de discos nacionais, vou postar as capas dos discos da dupla.

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.