4 de jun de 2009

Liam Gallagher, vocalista do Oasis, lança oficialmente hoje (4) sua grife de roupas, a Pretty Green. São casacos, jeans, calçados e acessórios masculinos. Com uma dose de sinceridade e pouca modéstia, a promessa da marca é a de evocar "o estilo e a arrogância do frontman mais icônico desta geração". Além de dono, Liam também é design e modelo da grife.



O inglês não é o único a fazer algo do tipo. Seja para "expandir os negócios" e ganhar uma graninha, seja para liberar a criatividade ou por simples prazer, outras figuras da música pop se arriscam a colocar o pé no mundo da moda. E assim como na música, tão variados quantos são os sons, são também os estilos das peças que levam a marca dos músicos.

O rapper Snoop Dogg, no melhor estilo gangster, batizou sua linha de roupas de Rich & Infamous. Vende camisas, agasalhos e jeans.



Na ala feminina, Gwen Stefani tem a Harajuku Lovers. Além de camisetas, calças, vestidos e shortinhos, a grife aposta num dos maiores objetos de desejo de nós, mulheres, quando o assunto é moda: sapatos.



Lily Allen também mira em um outro ponto fraco das moças. A Lily Loves tem uma extensa linha de bolsas. Também vende objetos para o lar.


M.I.A tem a Okley by M.I.A. As peças carregam o estilo cosmopolita do trabalho da cantora, com muitas cores e estampas.

Em breve
Amy Winehouse (jóias e roupas), Miley Cyrus (peças básicas), Kanye West (vestidos de festa), Weezer (cobertores com manga, os snuggies, populares nos EUA) e Courtney Love (lingerie) têm projetos para entrar no ramo. A conferir.


Primórdios

Não tem como não falar de música e moda e não se lembrar da história dos Sex Pistols. Muito provavelmente eles foram a primeira banda a ter uma relação bastante estreita com uma grife, ainda que não fossem donos dela.

Malcolm Mclaren, que viria a se tornar empresário da banda, era dono, junto com sua esposa Vivienne Westwood, da Sex, butique que vendia roupas com inspiração no sadomasoquismo e em movimentos artístiscos desenhadas pelo próprio casal.

Interessado pelo visual dos New York Dolls, que certa vez visitaram a loja, Malcolm decidiu criar sua própria banda para imprimir nela o look de suas criações. Chamou frequentadores da própria Sex, rapazes que não sabiam tocar, mas que foram responsáveis por criar um marco na música do século XX, os Sex Pistols. Click! Estava criada a estética punk.

2 comentários:

  1. Eu queria dizer que tem a grife do Pharrell também. Se chama BBC/ Ice Cream. As roupas são descoladas e super bacanas. O problema é o preço , salgado pra caramba. Em SP é possível adquirir as roupas da BBC. Pra quem pode.

    O P. Diddy tbm tem uma grife, a Sean Combs. Acho mais ou menos.

    A da Gwen Stefani é boa!

    Consegui! ufa ... hahah

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.